Escolha uma Página

O livro Experiências e reflexões sobre medicinas tradicionais, complementares e integrativas em sistemas de saúde das Américas, com 192 páginas e lançado pela Fiocruz Pernambuco, tem dez capítulos divididos em duas partes. Na primeira, Modelos, sistemas e políticas de saúde, com quatro capítulos, relata as experiências com essas medicinas no Peru, Colômbia e Brasil. Na segunda parte, Experiências de Gestão, Formação e Cuidado, são apresentados estudos de caso e experiências com problemas específicos e reflexões acerca das MTCI. Os autores abordam temas relacionados à gestão, formação e cuidado, farmacovigilância em Cuba, a pediatria integrativa na Argentina e experiências no Nordeste do Brasil.

A publicação é assinada por 30 autores. Entre eles, pesquisadores, profissionais de saúde (médicos, enfermeiros, fisioterapeuta, farmacêutico e psicólogo) e sociólogos com atuação em serviços e na gestão da saúde, instituições de ensino superior e centro de pesquisa. A introdução do livro, que tem alguns capítulos em português e outros em espanhol, foi escrita pela estudiosa das racionalidades em saúde, a socióloga e professora aposentada das universidades federal e estadual do Rio de Janeiro Madel Luz. No texto, ela aborda os desafios para o avanço dos sistemas médicos complexos e das práticas integrativas e complementares em saúde em um contexto de crise planetária.

Os organizadores da obra são a coordenadora do Observatório Nacional de Saberes e Práticas Tradicionais, Integrativas e Complementares em Saúde (ObservaPICS) Islândia Carvalho, a professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Maria Beatriz Guimarães e o assessor da Biblioteca Virtual em Saúde em Medicinas Tradicionais, Complementares e Integrativas (BVS MTCI) Daniel Gallego-Perez. A apresentação do livro teve a contribuição da professora da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) Adriana Falangola.

 

Download