Escolha uma Página

“Nós achamos que somos o gerente do mundo. Estamos desprezando as vidas nos outros corpos (como florestas, rios e montanhas) e elegendo nossos corpos como lugar privilegiado da vida”. A afirmação é do ambientalista e escritor Ailton Krenak, considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro. Ele e Madel Luz, professora aposentada das universidades federal e estadual do Rio de Janeiro, são os convidados do segundo episódio da temporada 2 do PodPICS, que estará disponível a partir desta quarta-feira (18/11), abordando “A vida no planeta terra e as relações entre o humano e a natureza”.

Em quase 37 minutos de programa, eles fazem reflexões sobre o tema, baseados em estudos, tradições e culturas. Para Krenak, a ideia de cuidado do corpo, que chamou de visão sanitária moderna, é uma denúncia do antropocentrismo humano. “Nós (povos originários) achamos que a vida é mais do que nós, essas pessoas que falam. A vida está passando através de nós e em todos os lugares”, ressalta ele.

A pesquisadora Madel Luz, concorda com Krenak sobre a característica dominante e agressiva do ser humano, que tende a preservar o que lhe favorece e a eliminar o que pode prejudicá-lo – um traço do Homo sapiens, segundo ela. Essa mesma espécie criou a ciência e a filosofia, lembra Madel, gerando avanços para a sociedade.

O texto introdutório da segunda temporada – Vida e saúde no contexto da pandemia 2020 – escrito por Madel, está disponível aqui no site. O PodPICs é uma produção do ObservaPICS e o seu debate é mediado pela coordenadora executiva do Observatório, a pesquisadora da Fiocruz Pernambuco Islândia Carvalho. Todos os episódios do programa podem ser acessados também nas plataformas de áudio Anchor e Spotify.