Diante da pandemia de Covid-19 e do impacto causado em todo o sistema de saúde e sociedade com o avanço da transmissão da doença, o ObservaPICS abre um espaço especial no seu site, para colaborar com os profissionais e usuários do SUS, divulgando informações sobre o novo coronavírus e as práticas integrativas e complementares em saúde que possam auxiliar a comunidade a atravessar esse momento difícil, complexo e com repercussão na vida de todas as pessoas.

O espaço PICS & Covid-19 reúne notícias selecionadas a partir de nossos parceiros e de autoridades sanitárias, como também uma coletânea especial com  informações atualizadas sobre PICS com evidências práticas e científicas de benefícios para o bem-estar físico, mental e emocional em momentos de estresse individual e coletivo. A coleção Cuidado integral na Covid-19 traz cadernos sobre práticas específicas.

Download

A página voltada a assuntos relacionados à pandemia do novo coronavírus pretende incluir ensaios, artigos, estudos de casos, protocolos e orientações em torno das PICS que possam ajudar durante e após a pandemia, contribuindo para um atenção integral de quem cuida e é cuidado no SUS.

As PICS poderão ser associadas na assistência aos profissionais de saúde que estão nas emergências, cuidando das pessoas infectadas com o Covid-19, como também ampliar o cuidado na  atenção primária em saúde, nas comunidades, para a busca do bem-estar físico, mental e emocional durante e após a transmissão da nova modalidade de infecção respiratória.

Nos casos da síndrome respiratória, em que a assistência não exige atendimento hospitalar  e nos cuidados especiais a populações em situação de vulnerabilidade, como os asilados, privados de liberdade, crônicos hospitalizados, portadores de transtorno mental em acompanhamento em Caps, entre outros.

Coletânea atualiza saberes sobre PICS. Primeiro número aborda florais

Terapia floral, um olhar ampliado para enfrentar o medo e controlar a ansiedade

A pandemia do novo coronavírus tornou-se uma emergência de saúde mundial, exigindo de todos os setores contribuições para que sejam vencidos desafios que vão da vigilância ao vírus, a meios que possam imunizar e tratar as populações, como também auxiliar profissionais que estão na ponta do atendimento e as comunidades afetadas a superar os impactos em torno do problema: estresse, ansiedade, medo, sofrimento em razão da doença, das perdas afetivas, do isolamento e das dificuldades sociais e econômicas geradas.

“As práticas integrativas, conhecidas internacionalmente como Medicinas Tradicionais Complementares e Integrativas (MTCI) podem contribuir nesse momento, em que se evidencia a necessidade de uma assistência individualizada e coletiva, em que se faz fundamental um cuidado integrativo envolvendo os aspectos físicos, emocionais, mentais, sociais, culturais e econômicos”, explica Islândia Carvalho, coordenadora do ObservaPICS.