Escolha uma Página

Novas publicações entre as metas para o quarto ano

Ao longo de três anos de atuação o ObservaPICS vem estabelecendo parcerias para a publicação de livros, suplementos e outras obras, visando propagar o conhecimento relacionado às práticas integrativas e complementares em saúde e aos saberes tradicionais. As produções, de acesso aberto e em formato PDF, envolvem parceiros nacionais e internacionais. Cabe ao Observatório, a editoração e diagramação do produto, que antes submete os escritos à avaliação de uma comissão de especialistas. Quatro publicações foram lançadas e outras quatro, incluindo a sobre saberes ancestrais (ver página 11), em conjunto com a Univasf e outras instituições, têm lançamento previsto para o primeiro semestre de 2022. Com capítulos em português e em espanhol, Experiências e reflexões sobre medicinas tradicionais, complementares e integrativas em sistemas de saúde das Américas trata sobre as experiências com essas medicinas no Peru, Colômbia e Brasil, e traz estudos de caso e experiências com problemas específicos e reflexões acerca das MTCI em Cuba, na Argentina e no Nordeste do Brasil. Os autores são pesquisadores, profissionais de saúde e sociólogos, atuantes em serviços e na gestão da saúde, instituições de ensino e pesquisa. Acesse o livro clicando aqui.

A coleção Cuidado integral na Covid-19, lançada no primeiro ano da pandemia, reúne suplementos sobre três diferentes práticas integrativas com evidência de sucesso em cenários de sofrimento: florais, aromaterapia e terapia comunitária integrativa. O objetivo foi difundir PICS que ajudam a equilibrar corpo, mente e emocional. Os textos foram escritos por professores, gestores e terapeutas integrativos do Sistema Único de Saúde. A coletânea foi produzida especialmente para a página especial do ObservaPICS sobre PICS e Covid-19, disponível no site do Observatório.

Guia das Copaíbas: pra quê serve? tem a proposta de divulgar as propriedades farmacológicas de nove diferentes tipos de copaíba, que podem ser usadas para combater inflamações e proteger de bactérias, parasitas e vermes, entre outros benefícios. A publicação é assinada pela doutoranda em imunologia e parasitologia aplicadas da Universidade Federal de Uberlândia (UFU) Mariana Santiago e pelos professores Raquel Alves dos Santos, da Universidade de Franca (SP) e Carlos Henrique Martins, da UFU.

Martha Villar Pópez, Live Rede MTCI/2022.

Escrito pelos professores Nelson Filice e Renata Carnevale, do Laboratório de Práticas Alternativas Complementares e Integrativas em Saúde da Universidade Estadual de Campinas (Lapacis/Unicamp), Modelagem Farmácias Vivas-Jardins Terapêuticos para Implantação em Serviços de Atenção Primária à Saúde no SUS será lançado no primeiro trimestre de 2022. A publicação mostra o passo a passo para implantação das Farmácias Vivas-Jardins Terapêuticos, apontando estratégias e desafios ao longo do processo. Aborda também a formação de redes de cuidado como uma ação importante a ser desenvolvida nas comunidades atendidas pela produção e uso de plantas medicinais.

O livro Jardins da História: Medicinas Indígenas, da médica Adriana Ines Strappazzon e da professora da Universidade Federal de Santa Catarina Renata Palandri, atualmente em fase de diagramação, trará os conhecimentos indígenas atribuídos acerca de plantas medicinais. A obra será bilíngue (português e francês).